Assistência Técnica | layr | Fischer | venax | LG | suggar| GE (31) 2527-6600

Conserto de Forno Eletrico

Assistência Técnica | layr | Fischer | venax | LG | suggar| GE

conserto de forno eletrico é Manutenção de fornos convencionais. Conserto de forno elétricos. Manutenção de forno a gas. Manutenção de forno industrial. Conserto de forno combinado. uma empresa especializada em conserto de fogão tradicional e cook-top, consertamos também fornos nacionais e importados sejam eles domésticos ou industriais. Atuamos neste setor há 30 anos realizando instalação, assistência técnica, limpeza e reforma. Consertamos fogões das principais marcas e modelos do mercado: Brastemp, Electrolux, GE, Bosch, Dako, Continental, Consul, LG, Fischer, Layr, Atlas, Esmaltec e outras marcas.

dicas Um forno de convencção melhora o forno tradicional ao fazer circular ar aquecido por meio de um ventilador. O motor e instalações do ventilador está em um local separado, para protegê-lo contra superaquecimento e fusão de todos os componentes de plástico incluindo os isolamentos dos fios. Alimentos aquecem-se mais rápido em um forno de convecção, pois o ar em movimento remove a fina camada de ar que, caso contrário estaria cercando e isolando termicamente o alimento. Este é o mesmo fenômeno físico que causa a sensação térmica.

Ao mover o ar quente rapidamente após a alimentação, os fornos de convecção podem operar em uma temperatura inferior a um forno convencional e ainda cozinhar o alimento mais rapidamente. A circulação de ar, ou convecção, tende a eliminar os “pontos quentes” e, portanto, o alimento pode cozer mais uniformemente.

Veja a historia sobre forno e seus valores na historia humana.

Um forno é uma construção ou aparelho que se pode fechar e conservar calor em altas temperaturas, para assar (ou “cozir”) pãobolos ou outro tipo de alimento, para secar peixe ou carne (neste caso, em temperaturas mais baixas), ou ainda para “cozer” o barro ou o vidro ou para a transformação de minérios ou metais em alto-fornos de indústrias e manufaturas. Há relatos de que em 181 a.c os povos que se sedentarizavam começavam a construir fornos diante das necessidades. No começo usavam argila retirada do fundo dos rios para isolar lateralmente o fogo para que não se apagasse. O alimento era precariamente posto entre a lenha para assar por não saberem como suspender o mesmo. Com o tempo foram aprendendo a esculpir e manipular pedras usadas nos fornos que se modernizavam.