Conserto de Forno eletrico buritis

bairro Buritis Assistência Técnica

Saiba mais sobre a assistencia tecnica no Buritis Assistência Técnica!

Nós oferecemos atendimento no buritis, comercial e residencial. Dessa forma, vamos até você para que você não precise se preocupar com nada. Você pode contar com a Buritis Assistência Técnica sempre que precisar! Estamos abertos diariamente de 8h às 18h e temos plantão 24h para serviços emergenciais.

Nós consertamos o seu forno elétrico no Buritis e região com excelência e muito profissionalismo. Então, seja o seu forno pequeno, grande, móvel ou embutido, nós oferecemos serviços de manutenção, limpeza, higienização e conserto. Dessa forma, é extremamente importante sempre estar atento a possíveis problemas com seu forno elétrico, uma vez que acidentes graves podem ser causados pela negligência no cuidado do seu eletrodoméstico. Dessa maneira, entre em contato com a Buritis Assistência Técnica, que nós vamos até você, no horário de sua preferência!

Possíveis problemas com seu forno elétrico

  •  O forno não está assando por igual
  • A chama está laranja ou outra cor incomum
  • O forno contém muitas sujeiras presas nas paredes
  • O forno elétrico não está aquecendo
  • O aparelho está deixando escapar grande quantidade de calor

Saiba mais sobre a Buritis Assistência Técnica!

Nós oferecemos atendimento comercial e residencial. Dessa forma, vamos até você para que você não precise se preocupar com nada. Você pode contar com a Buritis Assistência Técnica sempre que precisar! Estamos abertos diariamente de 8h às 18h e temos plantão 24h para serviços emergenciais.

Não importa se seu microondas é nacional, importado, residencial ou industrial, nossos colaboradores são totalmente capazes de realizar qualquer tipo de serviço necessário no seu aparelho. Assim, não deixe seu microondas mãos de qualquer empresa, chame a Buritis Assistência Técnica para te auxiliar. Além disso, nós oferecemos atendimento em domicílio, totalmente facilitado para o seu conforto e satisfação. Afinal, sabemos que microondas é um eletrodoméstico essencial dentro de casa e é necessário que ele esteja funcionando perfeitamente. Desse modo, nós podemos e vamos te ajudar com isso.

Dicas de cuidados com seu microondas

  • Jamais leve ao microondas coisas que possuem metal
  • Não utilizar plásticos que derretam e que contenham Bisfenol A
  • Não coloque uva e ovo dentro do microondas, esse alimentos possuem propriedades impróprias para esse aparelho
  • Tenha cautela e chame um técnico sempre que observar algo diferente, pode estar acontecendo um vazamento de radiação
  • Mantenha o eletrodoméstico sempre limpo

Seu Forno eletrico Estragou? Conserto de Forno elétrico buritis BH! Conserto de maquinas!

A Assistência Técnica conserto de forno eletrico é Manutenção de fornos convencionais. Conserto de forno elétricos. Manutenção de forno a gas. Manutenção de forno industrial. Conserto de forno combinado. uma empresa especializada em conserto de fogão tradicional e cook-top, consertamos também fornos nacionais e importados sejam eles domésticos ou industriais. Atuamos neste setor há 30 anos realizando instalação, assistência técnica, limpeza e reforma. Consertamos fogões das principais marcas e modelos do mercado: Brastemp, Electrolux, GE, Bosch, Dako, Continental, Consul, LG, Fischer, Layr, Atlas, Esmaltec e outras marcas.

dicas Um forno de convencção melhora o forno tradicional ao fazer circular ar aquecido por meio de um ventilador. O motor e instalações do ventilador está em um local separado, para protegê-lo contra superaquecimento e fusão de todos os componentes de plástico incluindo os isolamentos dos fios. Alimentos aquecem-se mais rápido em um forno de convecção, pois o ar em movimento remove a fina camada de ar que, caso contrário estaria cercando e isolando termicamente o alimento. Este é o mesmo fenômeno físico que causa a sensação térmica.

Ao mover o ar quente rapidamente após a alimentação, os fornos de convecção podem operar em uma temperatura inferior a um forno convencional e ainda cozinhar o alimento mais rapidamente. A circulação de ar, ou convecção, tende a eliminar os “pontos quentes” e, portanto, o alimento pode cozer mais uniformemente.

Veja a historia sobre forno e seus valores na historia humana.

Um forno é uma construção ou aparelho que se pode fechar e conservar calor em altas temperaturas, para assar (ou “cozir”) pãobolos ou outro tipo de alimento, para secar peixe ou carne (neste caso, em temperaturas mais baixas), ou ainda para “cozer” o barro ou o vidro ou para a transformação de minérios ou metais em alto-fornos de indústrias e manufaturas. Há relatos de que em 181 a.c os povos que se sedentarizavam começavam a construir fornos diante das necessidades. No começo usavam argila retirada do fundo dos rios para isolar lateralmente o fogo para que não se apagasse. O alimento era precariamente posto entre a lenha para assar por não saberem como suspender o mesmo. Com o tempo foram aprendendo a esculpir e manipular pedras usadas nos fornos que se modernizavam.

Culinária[editar | editar código-fonte]

As primeiras fôrmas de assar foram desenvolvidas pelos egípcios. Um forno em forma de cone, com interior aquecido em brasa, fazia com que massas moles, achatadas, colocadas aderentes às suas paredes externas atingissem o ponto em que poderia ser consumidas (assadas). Aos poucos, o equipamento evoluiu, até tomar características que se aproximam muito do forno que utilizamos atualmente [1].

Conserto de Forno eletrico BH: Belo Horizonte MG (31) 2527-6600 1

Forno utilizado pelos romeiros na serra da Falperra (Braga, Portugal)

O forno de pão tradicional é geralmente uma construção em barro ou tijolos com uma base lisa onde primeiro se coloca lenha que se deixa arder para o aquecer; quando o forno já está à temperatura adequada, encostam-se as brasas a um canto, limpa-se bem a superfície e coloca-se aí o que se quer assar (pão, bolos, pizzacarne ou peixe). Atualmente os fornos indústriais de pão são aquecidos a electricidade ou algum combustível derivado do petróleo.

O forno doméstico de cozinha pode estar embutido no fogão e ser aquecido a lenha, carvão, gás ou eletricidade, ou pode estar isolado da parte do fogão onde se encontram as bocas ou placas para os restantes tipos de confecção de alimentos. Modernamente, o forno doméstico vem equipado com um regulador de temperatura, por vezes mesmo um termómetro, iluminação, pode ter um grelhador e mesmo um cronómetro que o desliga no tempo que o cozinheiro determinar.

Para certas preparações culinárias, o forno pode ser parcialmente aberto, para deixar sair fumosvapor ou excesso de calor.

Princípios da transmissão de calor[editar | editar código-fonte]

O intercâmbio térmico no forno deve-se produzir mediante algum dos procedimentos estudados pela física como transmissores de calor, empregado isoladamente ou em combinação com outros. Do ponto de vista termodinâmico, a condução, a convecção e a radiação são os fenômenos pelos quais um corpo quente cede parte de seu calor a outro mais frio. Também se pode transmitir calor por meio de campos eletromagnéticos, como ocorre nos fornos de indução.

No fluxo térmico que ocorre num forno, condução é a transmissão de calor entre sólidos e líquidos com superfície de contato. Essa transmissão é proporcional à diferença de temperatura entre os dois meios em contato e à superfície que eles têm em comum. A convecção, por sua vez, é a transmissão de calor entre líquidos e gases em circulação. Se a corrente de argás ou líquido for provocada por um ventilador, uma bomba ou qualquer outro mecanismo, diz-se que a convecção é forçada.

A convecção natural deve-se a correntes provocadas unicamente pela diferença de densidades entre fluidos a temperaturas distintas. A radiação, finalmente, é a transmissão de calor por ondas eletromagnéticas, geralmente dentro do espectro do infravermelho, e sua intensidade é proporcional à diferença das quartas potências das temperaturas absolutas entre os corpos radiante e irradiado, segundo a lei física conhecida como lei de Boltzmann.

Tipos de forno[editar | editar código-fonte]

Conserto de Forno eletrico BH: Belo Horizonte MG (31) 2527-6600 3

Um forno moderno.

Independentemente de que a transmissão de calor se realize por esta ou aquela via, os fornos se classificam segundo a função que desempenham. Dada a enorme diferença de potência térmica entre os grandes fornos empregados nas transformações metalúrgicas (altos-fornos) e os pequenos fornos domésticos, são determinantes as distinções entre suas especificações térmicas.

Em metalurgia podem ser empregados, entre outros, fornos de arco, em que se aproveita o calor produzido pela passagem de uma corrente elétrica entre dois eletrodos; fornos de indução, em que se induzem fortes campos eletromagnéticos; e fornos de cúpula ou integrados por uma câmara aquecida externamente, cujas paredes transmitem ao conteúdo energia térmica por meio de radiação.

Os fornos empregados em metalurgia e siderurgia dividem-se em três categorias: aqueles em que o material tratado está em contato direto com o combustível; aqueles em que esse contato é indireto; e aqueles em que são os produtos da combustão que entram em contato com a carga. Neste último grupo enquadra-se o forno de reverberação, um dos modelos mais utilizados, em que o calor se transmite pela queima do combustível num espaço situado entre a carga e o teto baixo. Esse tipo de forno aplica-se muito à fundição de metais.

O tipo mais comum de alto-forno, dispositivo usado para transformar minério de ferro em gusa (ferro fundido que, refinado, se transforma em aço), é o forno Siemens-Martin. Seu funcionamento baseia-se na recuperação de parte do calor dos produtos de combustão que saem pela chaminé, o que permite elevar a temperatura e, em consequência, o rendimento. Para isso, os gases, antes de saírem pela chaminé, são mantidos em circulação numa câmara de paredes refratárias aletadas que absorvem o calor a ser aproveitado depois. Quando tais gases passam para uma segunda câmara, uma massa de ar denominado comburente absorve o calor emitido.

indústria alimentícia, especialmente a de panificação, emprega fornos de vários tipos, entre os quais se distinguem alguns muito simples, como os que utilizam lenha, e outros de grande complexidade, em que se automatiza o processo de carga e descarga do forno por meio de esteiras rolantes, bandejas giratórias ou transportáveis etc.

Conserto de Forno eletrico BH: Belo Horizonte MG (31) 2527-6600 4

Forno comunitário

Entre os fornos domésticos, os mais usuais e econômicos se servem de queimadores de gás. Os fornos elétricos, são úteis para aquecimento rápido de alimentos. Modernamente, se popularizaram os fornos de micro-ondas, capazes de aquecer ou assar muito rapidamente os alimentos, mesmo congelados, quase sem esquentar os recipientes que os contêm. O funcionamento desses fornos baseia-se no aproveitamento da energia gerada pelas ondas eletromagnéticas de frequências compreendidas entre 1 e 100 giga-hertz.

ara seu Fogão:

Conserto de Fritadeira Industrial

Conserto de Forno Industrial

Conserto de Forno Combinado

Conserto de Forno Turbo

Conserto de Forno a Lenha

Conserto de Banho Maria

 

Conserto de Cafeteira Industrial

Conserto de Máquina de Salgados e Doces

Conserto de Fritadeira de Alta Pressão

Nossos colaboradores são treinados nas principais fábricas de Fogões do país e, por isso, estão qualificados para oferecer sempre um serviço de qualidade. Mais do que o uniforme, eles vestem os princípios da empresa: honestidade, agilidade e qualidade e por isso a satisfação de nossos clientes é garantida. Trabalhamos somente com peças originais e oferecemos um ótimo custo benefício.

Entre em contato para fazer um orçamento ou traga o orçamento da concorrência, nós o cobriremos. Assistência Técnica BH está aberta diariamente de 8h às 18h. Fora desse horário atendemos também à serviços emergências. Ligue-nos para uma visita técnica plantão 24 hora

Conserto de Fogão em BH. … Deixe o reparo do seu Fogão em boas mãos. … dor de cabeça, Nós fazemos a manutenção e reparo de fogões e do seu,

cosnerto de fogao industrial

historia do bairro buritis no link abaixo

Buritis Assistência Técnica

Buritis Assistência Técnica

regiao bairro buritis

Buritis (Belo Horizonte)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Buritis.
Buritis
  Bairro do Brasil
Localização
Região administrativa Oeste
Município Belo Horizonte
Outras informações
Limites
Fonte: Não disponível

Buritis é um bairro nobre[1] de classe média alta e classe alta da região Oeste de Belo Horizonte, com maioria de moradores de alta renda[1]. É um bairro recente, popularmente conhecido por abrigar os filhos das famílias abastadas da capital mineira.

Teve crescimento recorde entre todos os bairros da América do Sul há poucos anos, e crescimento médio populacional de mais de 27% ao ano, devido principalmente à mudança no coeficiente de aproveitamento do solo, que foi alterado de 1,0 para o 1,7, hoje com 1,0 devido a alteração da lei de uso e ocupação do solo de Belo Horizonte pela lei 9959 de 20 de Julho de 2010.

O bairro apresenta prédios de alto luxo, construídos a partir da segunda metade da década de oitenta, com gigantescas áreas de lazer (as maiores de Belo Horizonte, com verdadeiros clubes, já que os outros bairros da cidade são mais antigos e portanto têm estruturas mais simples ou menos espaçosas). Ruas largas, jardins, urbanismo impecável, todas as ruas com calçadas portuguesas, vistas impecáveis, envolto por montanhas e serras, um comércio forte concentrado na Avenida Mario Werneck (principal via do bairro), inúmeros bancos, inclusive as agências exclusivas para os segmentos de alta renda (Itaú PersonaliteBradesco Prime, BB Estilo), galerias, clínicas, supermercados gourmets (Verdemar e Supernosso Gourmet), restaurantes, ao bairro uma completa infraestrutura, fatores que atraem investidores e boa parte dos ricos de Belo Horizonte. O bairro Buritis conta com um Guia Comercial gratuito, feito por moradores e hoje já é uma referencia na região, muito utilizado por quem procura produtos e serviços. O Guia aproximou prestadores de serviço e moradores do bairro. Antes do Guia, vizinhos não sabiam que moravam próximo de um prestador de serviço e deslocavam-se para outros bairros para contratar serviços. Hoje é diferente, a amizade chegou ao ponto de se comunicarem através de aplicativos sobre assuntos do bairro e até mesmo confraternizações em bares da região.

História[editar | editar código-fonte]

A região onde se encontra o bairro Buritis era, até a década de 60, uma fazenda, do Sr. Aggeo Pio Sobrinho; também faziam parte da mesma os Bairros Palmeiras e Estrela D’alva; vizinhos do bairro Buritis.

Na década de 70, esta fazenda foi dividida e os terrenos foram vendidos. Nesta época a única maneira de se chegar ao local era através da avenida D. João VI, via bairro Palmeiras.

Já no início dos anos 80, a Construtora Alcindo Vieira (CONVAP-SA), lançou um grande empreendimento na região do Buritis. Segundo a construtora, aqui seria construído um condomínio fechado. Nesta época, a região era considerada Zona Residencial 2, ou seja, permitia-se a construção apenas de residenciais unifamiliares e horizontais. Abriu-se então a Av. Mário Werneck, as principais ruas do bairro e fez-se a ligação com a Av. Raja Gabáglia.

Origem[editar | editar código-fonte]

Lançado na década de 70 o Buritis, bairro da região Oeste, é um dos bairros que mais crescem em Belo Horizonte. Em 1987, chegou a ser considerado o maior canteiro de obras da capital. O ritmo das construções diminuiu, mas o bairro encabeça a lista dos que oferecem o maior número de unidades habitacionais, conforme levantamento do Instituto de Pesquisas Administrativas da Universidade Federal de Minas Gerais (IPEAD/UFMG), realizado em novembro de 2005. O Buritis é um bairro jovem, bem localizado, com infra-estrutura e vida próprias. Pelo menos é assim que boa parte dos moradores o descrevem. A localização privilegiada e a boa infra-estrutura da região também são motivos de orgulho e atraem compradores de imóveis. Mas nem sempre foi assim. As primeiras casas, projeto original do bairro, começaram a ser erguidas em 1981, mas, em 1985, a Prefeitura de Belo Horizonte alterou o tipo de zoneamento previsto na Lei de Uso e Ocupação do Solo, dando início à verticalização do lugar. Em pouco mais de 10 anos, a paisagem se transformou e centenas de empreendimentos se instalaram: bancos, universidades, supermercados, imobiliárias, bares, restaurantes, academias, farmácias e shoppings. A sua população teve um aumento considerável e hoje está estimada em mais de 29 mil habitantes.

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. ↑ Ir para:a b Classificação de renda do Ipead segundo o censo 2000. http://www.ipead.face.ufmg.br/site/siteipead/downloads/Classes_Bairros_BH_com_mapa.pdf